sexta-feira, 16 de junho de 2017

Causos da Raíra - Gordo Nerd infernal

Aqui estamos nós mais uma vez, resolvi tentar fazer vocês rirem com momentos desastrosos da minha vida novamente, então aqui vai:

Ele chegou na segunda semana de aula, obviamente todo mundo já estava enturmado e eu vendo que ele era do tipo que costuma ser excluído em conversas me compadeci e fui novamente gentil, puxei conversa... Ele não é bonito é exatamente como o gordo nerd, só que com o cabelo cacheado, mas isso não bastava, era necessário a ele ter uma especie de atmosfera de fedor própria você sentia a um metro e meio, não sei a causa mas era insuportável, além disso possuía um bafo que também poderia ser comparado ao do Kraken,

Como se tudo isso já não fosse ruim, ele tinha a mania de me abraçar e eu me via sufocada pela mistura de fedores num combo digno do capeta, além do golpe fatality do suor.


Se fosse só isso a situação ainda estaria aceitável, como falei pessoas estranhas costumam se interessar por mim... Mas não bastou nada disso, para completar a turma começou a fazer zoeira porque o cara além de extremamente tabacudo era visivelmente virgem e me elegeram como a "eleita" para tal, e por isso mesmo com todos os foras que tive que dar (nele e na turma) nada adiantou, e mesmo sendo "grosseira" com ele tentando fazer ele entender que eu só era gentil e não queria nada, não adiantava porque mesmo com meu porte e firmeza de amazona o cara tinha uns dois metros o que me transformava na vista dele com algo parecido com um Chiuaua que resolveu latir.

Então só me restou esperar puta os 2 anos de conclusão do curso com brincadeiras chatas e abraços com combos e fatalitys. Ele é um cara legal, mas tem a má mania de não escutar conselhos. Somos colegas ainda apesar de não termos mais contato, gostaria que ele conseguisse se melhorar porque é visível que ele não vive bem com isso, e que encontra-se alguém, é isso. Até mais um causo. Xaus!!!!




quarta-feira, 14 de junho de 2017

Sorte

Estou á tua espera
a ânsia da minha espera nervosa tão comum...
Espero que me leve, me transporte para meu caminho
O caminho que realmente devo seguir.

Você chega e se abre para mim
Penso em como tenho tanta sorte
Em como poderia ter começado o dia em outro lugar
e não a te esperar nessa manhã chuvosa de sexta-feira.

Adentro tuas fronteiras,
Me acomodo no teu intimo.
E assim, em uma manhã chuvosa.
Penso que poderia estar escrevendo sobre um amor
E não sobre um ônibus.

                                            Raíra

quinta-feira, 8 de junho de 2017

terça-feira, 6 de junho de 2017

O-ou...


"Jaime se mudou imediatamente, deixando os pertences do armário pra lá..."

segunda-feira, 5 de junho de 2017

About a Boy


Imagem relacionada

Ele vem.
Os olhos de uma beleza tão intensa,
Que o corpo se torna apenas uma caixa.
Tal beleza precisava ser guardada,
e nada lhe guardaria melhor que a simplicidade.

A simplicidade é prova
Da imaterialidade de sua alma
A alma destoa
Destoa na multidão
Para os que lhe veem a casca.

O que é uma casca?
Se não apenas um receptáculo para a verdadeira beleza?
Por isso aos meus olhos és tão belo!
És simples!

E a profundidade e sinceridade
Dos teus olhos me encantam
Poderia passar vidas a neles me perder.
És realmente belo.
Tão belo que é mal compreendido.
Porque és raro,
E poucos sabem ver a beleza
Quando ela não é comum.

O que te torna ainda mais raro e valioso aos meus olhos,
Que pretendem não deixar os teus.


                                                            Raíra

domingo, 4 de junho de 2017

Nós e a Sinuca #51


Efeitos: PeB focalizado + Polaroid Style


Este blog orgulhosamente apresenta: Vívian Raíra
Nossa querida colunista.
Hoje vou agradecê-la por duas coisas: por todos os momentos que você tornou bons;
E por ter ajudado a ressuscitar esta coluna que tanto gosto neste blog!


quinta-feira, 1 de junho de 2017

O furo da notícia: Uma festa de M...!


"Também tínhamos a opção de educá-la, ensiná-la que  cocô não é uma coisa exatamente saudável e higiênica,..." - disse absolutamente ninguém - "...mas isso daria muito mais trabalho, preferimos mimá-la e dar-lhe tudo que ela quer, porque é mais fácil e o mundo será exatamente assim." - completou o responsável.

"Durante meses, quando eu perguntava sobre o tema da festinha, minha filha dizia que queria 'o bolo e os balões com o formato dos emojis de cocô'", disse a mãe sem-noção em entrevista ao site The Huffington Post.
A decoração foi hilária: bolo marrom, bexigas, biscoitos e até uma fantasia de emoji, tudo voltado para o tema da festa.

Do fundo do meu coração, quero que essa menina cresça e se arrependa amargamente dos pais que tem, porque a adolescência (e a internet) não perdoam. O bulling que essa menina vai sofrer quando seus "amigos da escola" descobrirem/lembrarem vai ser digno de uma nova série da Netflix que começa com uma jovem tentando matar os pais.

Fonte: UOL notícias (notícia original aqui)