quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Conhecendo o personagem: Atrocitus


Você que não lê quadrinhos, sabia que existem outros anéis no Universo DC, além do Verde e do Amarelo?

O Verde significa a Coragem e a Força de Vontade;
O Amarelo significa o Medo;
O Laranja significa a Cobiça;
O Azul significa a Esperança;
O Índigo significa a Compaixão;
O Violeta significa o Amor;
O Branco significa a Vida;
O Preto significa a Morte;
E o Vermelho significa a Raiva.
Tem ainda o Anel Fantasma, que pode usar qualquer um dos sentimentos latentes de seu usuário, o que pra mim é o pior furo de roteiro, mas deixemos pra lá.

Claro, se você leu o título deste texto, sabe que vamos falar do líder dos Lanternas Vermelhos: Atrócitus!


segunda-feira, 29 de julho de 2019

Muito obrigado, Sony!!!

Comprei com suado dinheirinho um cartão de R$ 250,00 pra enfiar quase inteiro na PSPlus! Só que, dois dias após a compra, fui inserir o código... surpresa: o sistema informou que o cartão já foi usado.

Resolvi consultar o site da PSN, que oferecia os serviços de Chat online (com restrição de horários), a página no Twitter, e o 0800. (Porcarias que eu não vou linkar aqui, porque este post é sobre um desserviço, e não o contrário).



No twitter, pediram especificações e ficaram de entrar em contato. Dias depois, sem retorno.

O Chat só funciona em horário e dia comercial, eu trabalho, então, sem chance.

Abri um protocolo pelo 0800 da PSN (ou da Sony, se preferirem), disseram que entrariam em contato comigo pelo e-mail que tenho cadastrado. Dias depois (e, bem, já se passaram duas semanas desde a compra), recebo o e-mail da PSN dizendo que precisam da nota fiscal da compra para verificarem a validação do meu Voucher.

O problema é que, 14 dias depois da compra, dificilmente eu teria essa nota fiscal. E, de fato, não a encontrei. Mas procurei pela Wallmart, que foi onde eu comprei o Voucher, e pedi uma segunda via da nota fiscal. Infelizmente (para mim) o pessoal do Wallmart só localizou 16 dias depois do pedido, o que apontou para 1 mês de protocolo pendente na PSN.

No dia seguinte fui dar continuidade ao protocolo, e recebi a notificação de que ele havia expirado. [Aqui, faço uma pausa porque estou lembrando do quanto praguejei em todos os idiomas que conheço e em todas as afrontas sexuais que acredito que as mães dos administradores da PSN devem ter feito ao longo de suas vidas.]

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Fallout Shelter - Sobreviva em um bunker nuclear


Talvez alguns de vocês não saibam, mas jogo videogames desde 1989. Sim, eu era só um gurizinho na época, e acompanhei muita coisa nessa vida gamer, como por exemplo, a queda da Atari, o encerramento do Odyssey, a ascensão da Nintendo, o lançamento do Mega Drive, o bulling que saber dessas coisas gerava na escola e a indignação do meu pai ao ver que o filho se tornou "um vagabundo que gosta dessas coisas", etc.

Voltando ao núcleo do assunto, conheci vários jogos FPS (Frist Person Shooter), poucos desse tipo me interessaram. Fallout e suas versões levantavam hipóteses interessantes sobre o que seria da Terra após o holocausto nuclear. Até aí... bom, pelo menos não é outro FPS com a temática de Zumbis. é sobre contaminação nuclear e sobrevivência. Ponto pra você, Bathesda!

Otimismo... você vê por aqui!
Há uns meses atrás, a PSPlus resolveu dar aos seus associados uma versão bem light do jogo: Fallout Shelter, que é, basicamente, um The Sims, só que menos apático. A parada aqui é garantir a sobrevivência de uma galera que não é apta em quase nada, assolada pela fome, frio e falta de ter o que fazer. Como administrador de um Bunker, cabe a você não deixar que eles morram. E vou te contar, são bastante burrinhos, prometem dar trabalho.

segunda-feira, 22 de abril de 2019

sexta-feira, 19 de abril de 2019

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Chapeuzinho Vermelho (versão 2019)


Era uma vez uma menina, que a chamaremos de Chapeuzinho Vermelho. (Não que seja bonito colocarmos apelido na menina, não que ela não tivesse nome, não que ela use vermelho em apologia ao comunismo, mas apenas para o desenrolar desta fábula, a menina usa uma capa vermelha, mas chamemo-na de Chapeuzinho Vermelho.)

Um dia, a pequena Chapeuzinho Vermelho foi chamada por sua mãe. (A mãe estava em casa, não porque é lugar de mulher...ocorre que nessa ocasião era um sábado. A mãe de Chapeuzinho trabalha, é um membro produtivo da sociedade.)

- "Chapeuzinho"... - dizia ela - ...quero que leve esses doces (dietéticos, sem lactose e de origem não-animal em seu preparo) e essa água mineral sem gás para a sua vovozinha. Não que eu ache ela velha demais para se alimentar, não que eu seja adepta para o trabalho infantil, mas apenas para que façamos um agrado à tão gentil mulher já de tenra idade.

Precaução...


(Créditos na imagem)
Às vezes é melhor não arriscar.