quinta-feira, 31 de março de 2011

Papo no Café

Naquele tedioso sábado, o telefone solta um solo de guitarra acordando Bier.
- Qualé?
- Quem fala?
- Aqui é o Bier. Quem...
- Bier, tu tá em casa?
- É, tô.
- E porque tu não atende o interfone?
- É que eu tava no décimo sono. E olha que são 4 da tarde.

Momentos depois Andrezinho e Schell estavam na porta do apartamento do Bier. (HAHAHA! Eu chamei aquilo de apartamento! Que hilário!)
- Schell! Andrezinho! Entrem e se abanquem! - Eram as exclamações do aspirante a escritor que morria de tédio, largado no próprio lar, talvez até à sorte. - E não reparem na bagunça, por favor...
- Então, Bier... vamos ao cinema? - Andrezinho soltando o verbo.
- Er... -  contando as moedas - tá legal... vai rolar.
- Mas é às 7h. São recém 4h... - O Shell estava sacando.
- Ah, vamos fazer um cafezinho. - Disse Bier.

E aí, rolou um papo sobre games, outros filmes e mini-fãs do Zangief fazendo justiça com seus próprios pilões...

quarta-feira, 30 de março de 2011

Definições

Porque sem elas, seríamos todos ecléticos!

terça-feira, 29 de março de 2011

Faça amor! Não faça guerra!


Você confere mais no: http://www.malvados.com.br/
Conheça também o blog do autor: http://malvados.wordpress.com/
André Dahmer. Tu é foda!

terça-feira, 22 de março de 2011

Pra que dinheiro?

Flávio Briatori – Presidente da Renault
Ah... pra isso!

quarta-feira, 16 de março de 2011

Nos tempos de Game Boy....

(clique para ampliar)
vontade de quebrar o console não faltava...

segunda-feira, 14 de março de 2011

Aprenda a trollar quem lê blogs...

Conseguiu? Eu sim kkkkkk

e a fonte...

Jogo rápido

Lishoffs (aka Fabian Gzlez) é um cara que faz umas ilustrações muito legais!
O cara já foi fez outros trabalhos essencialmente ligados aos games, ganhando vários títulos por captar a mensagem. (Põe o nome dele no Google e no Google imagens, que vc vai sacar.)

O fato é que eu encontrei uma imagem muito legal desse cara, e pensei: "Será que alguém se arriscaria a fazê-lo?" -  é bico, galera! Ó a imagem aí:


Clique para ver melhor, se precisar.
O desafio tá lançado.
Não vou revelar a fonte de onde encontrei essa, porque já revelaram as respostas.

domingo, 13 de março de 2011

A Filosofia em Bleach

"Eu não luto porque acho que vou vencer.
Eu luto porque tenho que vencer."
- Ichigo Kurosaki

Se você é o tipo de pessoa que faz tudo por seus amigos e não sabe o que é estar cansado, Ichigo é o seu estilo.

Por incrível que pareça, Ichigo não é exatamente chegado em violência, mas não consegue manter-se quieto diante de algo que considera injusto.

Quando o senso de justiça fala mais alto, é hora de desembainhar a espada e lutar por aquilo que acredita.

sábado, 12 de março de 2011

Meu (mórbido) amor...


MEU AMOR,
EU TE ODEIO
VOCÊ ME PERTURBA
E UM DIA AINDA VOU CONSEGUIR TE MATAR

quinta-feira, 10 de março de 2011

Rúbia (parte 5/5)

Deixei que ela me abraçasse. Dessa vez, ela tinha uma marca vermelha no rosto. Isso me deixou furioso. Eu a carreguei para dentro, deitei-a em minha cama e a deixei chorar. Até que ela dormisse. Quando ela acordasse, não me veria mais ali. A menos que eu fosse rápido...

quarta-feira, 9 de março de 2011

Epic

Se você teve infância, vai gostar disso...
Eu compraria o mangá. Em nome dos velhos tempos. ^^

terça-feira, 8 de março de 2011

Mensagem Subliminar na nota de 1 dollar




bem, eu procurei os cabeças que descobriram isso, não tenho certeza, mas a minhas suspeitas principais são 

Ferro e sangue

Estávamos em plena era do Edo... E éramos uma família feliz.
Papai era pouco letrado, mas de alguma habilidade com a espada. Na verdade, talvez ele não fosse realmente bom em nem uma coisa, nem em outra, mesmo assim, era um homem honrado e seguia os ensinamentos de meu avô.

Mamãe era uma mulher forte, muito quieta, muitas vezes. Nunca se permitia chorar com relação às reações que meu pai tinha com relação à política, à lavoura, à comida, ao nosso abandonado dojo... Mas eu a vi chorar, só que ela não percebeu, quando ela ficava sozinha, quando papai estava longe.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Rúbia (parte 4/5)

Não sei dizer o que se passou na cabeça dela. Mas ela me disse que precisava ficar soznha por um tempo. E eu respeitei isso. Eu também me sentia estranho, mas não queria que ela se preocupasse. Meu estômago parecia rasgar de dentro para fora, como se fosse até a minha boca. Isso, minutos antes de ela me pedir... para ficar longe dela.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Definições

Porque a gente cresce e continua precisando delas.