quinta-feira, 2 de março de 2017

Banho de Chuva




O ar frio envolve minha pele com seu toque sutil.
A aguá que cai sob mim me extasia,
e o frio de minha pele misturado com meu sangue quente que pulsa forte me diz que estou viva.

Durante minutos aproveito o prazer simples e extraordinário da existência.
Você me olha, estou sorrindo mas não consegue entender o porquê...
Quase ninguém entende,..

Mas o simples fato de poder desfrutar de sua existência me faz sorrir novamente.
Não falo, tantas vezes as palavras são fantasmas sem sentido, 
se comparada as sensações!

Apenas sinto a água que escorre pelo meu corpo.
Rios traçando trajetos naturais.
A euforia de minha matéria pela quantidade infindável de prazeres.
O carinho do universo ao me ver participando de sua dança.
o sentir-me parte dele.
E o ver tua existência e a minha como a prova irrefutável de que deus existe,
porque posso vê-lo em seus olhos.

Raíra

3 comentários:

  1. Uma vez um garoto me fez uma declaração dessas: "Eu sei que Deus existe porque eu vejo Ele nos teus olhos".

    ResponderExcluir
  2. Esqueci de dizer: belo poema, Raíra.

    ResponderExcluir

Vai comentar? (Faça login no Google antes.)
Com a palavra, o mais importante membro deste blog: você!