quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Minha alma da cor de seu cabelo.


As cicatrizes;
Percorrem minha alma;
Como remendos;
Formando historias jamais vividas;

A lua no meio do dia;
Me lembra da cor de seu cabelo;
As ondas do mar;
Me lembra da cor de seus olhos;

Seus lábios;
Tem a cor do meu pensamento;
Sua voz;
Tem o som da minha musica favorita;

Acho que não é nada demais;
Achar que talvez;
De todos esses estigmas;
Você causou a maioria.



3 comentários:

  1. Eu estava com saudades, Gabriel. Esses poemas cheios de ematomas e cicatrizes de vitória... aiai! Tu ainda és o meu poeta favorito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu é apaixonada por mim, admita apenas.

      Excluir
    2. Todos vocês, rapazes do blog, têm seus encantos. <3

      Excluir

Vai comentar? (Faça login no Google antes.)
Com a palavra, o mais importante membro deste blog: você!