sábado, 14 de março de 2015

Saudades da ignorancia



5 horas da manhã, o cachorro mais uma vez levanta.
Ele olha pra mim, a vida continua e não adianta  chorar ao meu lado.
Tudo  mudou no dia em que lhe levaram de nós.
É, você mesmo ignorância, hoje nos faz falta
a vida acomodada que tinha-mos.
Nos fazia acreditar que nada poderia ser melhor.
Mas sonhos são passageiros em uma curta viagem, sempre vão embora.
Enquanto queremos lhes abraçar mas uma vez.
A realidade nem sempre é boa, mas é modelável e podemos transforma-la
como achamos que lhe caí bem.
Sonhos sempre nos fogem ao controle,
são movidos pela força da criação e essa não tem limites.
Nos dê visitas ignorância, e assim poderemos mostrar a que pode chegar a mentalidade humana.

2 comentários:

  1. Um pouco agressivo, mas muito puro. Gosto de cachorros. Muitas vezes mais do que de gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é antiga Deia, dos meus 14 anos, sabe como é adolescente revoltada...

      Excluir

Vai comentar? (Faça login no Google antes.)
Com a palavra, o mais importante membro deste blog: você!